Marinheiros de Água Doce (2.ª Etapa: Europa)

Continuamos hoje com a segunda parte de algo que está muito na moda ultimamente: os cruzeiros fluviais. Há uns meses demo-vos algumas sugestões para fazerem um cruzeiro por um dos rios de Espanha. Agora queremos rever os trajetos mais atrativos dentro do nosso velho continente. Os numerosos e caudalosos rios da Europa são um verdadeiro paraíso para passeios de barco, pelo que foi fácil fazer esta seleção de ideias. A maioria dos que aqui vai encontrar incluem atividades complementares, como visitas e excursões a pontos de interesse próximos da margem do rio, assim como entretenimento a bordo, de caráter didático, gastronómico ou musical. Se pensa viajar pela Europa neste Outono, anime-se e embarque num deles e lembre-se de que, por muito curta que seja a sua escapadinha, recomendamos-lhe que viaje com a proteção que só um seguro de viagem poderá proporcionar-lhe e desfrute ao máximo da sua escapadinha.


 

Inglaterra

Optámos por navegar ao largo do Tamisa e descobrir a história de Inglaterra, além dos percursos de barco entre o Big Ben e a Ponte da Torre, que já conhecemos de anteriores visitas a Londres. Iremos rio acima, visitar cidades como Windsor e a sua residência real, ou a cidade de Oxford, conhecida por albergar a universidade mais antiga do país, assim como outras aldeias típicas ingleses, nas margens do rio.

Desde a Antiguidade que o rio Tamisa tem sido sempre fonte de vida, pois já no Neolítico os povoamentos eram constantes na zona onde, mais tarde, se iriam fixar as legiões romanas, criando assim o porto de Londinium, fundado no ano de 43. O Tamisa foi-se convertendo, a partir de então, numa parte fundamental da história de Inglaterra, servindo durante anos como a principal via para o transporte de mercadorias nacionais e internacionais e como base para o exército britânico e sendo testemunha de inúmeros acontecimentos históricos.

Com os seus 346 quilómetros, é o segundo maior rio do país e pode ser percorrido desde Londres até Oxford. Ao longo de toda esta zona, o rio corre através de bosques, pradarias, aldeias medievais e castelos, constituindo uma experiência realmente inesquecível. Os diferentes trajetos ou pacotes comercializados (desde 3 até 14 noites no barco) incluem em geral visitas ao Castelo de Windsor, aos palácios de Kew e Hampton Court, e à Universidade de Oxford. As crianças terão muito que desfrutar no parque temático de Legoland Windsor ou no zoo do Chessington World of Adventures (com mais de 1000 animais). Os amantes da pesca poderão praticar o seu hobby favorito e, à noite, jantar e confraternizar com os habitantes locais, bebendo umas cervejas nos típicos pubs, alguns deles com mais de cinco séculos de existência.

Escócia

Viajamos agora para o Norte, para conhecermos o Canal da Caledónia que, com 100 quilómetros (37 deles artificiais), é a verdadeira artéria fluvial das Highlands escocesas. Esta região é um lugar único no mundo, repleto de misteriosos castelos situados sobre colinas, cidades tranquilas, a que se juntam cursos de água, lagos, pubs acolhedores e a melancólica música das gaitas.

De Inverness partem diversos percursos de barco, de 3 até 7 noites. E se já chegámos até aqui, seria inconcebível não navegar pelo famoso lago Loch Ness, não vá dar-se o caso de o Nessie se decidir a aparecer… Não é?

Como complemento do cruzeiro, oferecemos ainda visitas a destilarias de whisky (com degustação incluída, como não podia deixar de ser), um passeio num comboio a vapor, trajetos em minibus, pesca, observação de aves e outras atividades, como golfe, caminhada e passeios de bicicleta ou a cavalo.

seguro_viaje_erv_crucero_barco_francia

França

Um dos destinos fluviais preferidos dos turistas é o ensolarado Canal du Midi, através dos frondosos vinhedos da região vinícola do Languedoc. Com 240 quilómetros de extensão, o Canal du Midi acabou por resultar numa revolucionária obra de engenharia, quando da sua construção em 1694. Em 1996, foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO e atualmente regista um quinto do turismo fluvial francês, superando o próprio Sena.

No trajeto, desde a buliçosa Toulouse até às praias de areia dourada do Mediterrâneo, poderá fazer provas de vinhos (nas adegas de Ventenac), passeios de bicicleta e visitas a localidades medievais e antigas cidades muralhadas, como Carcassonne (uma das cidades antigas fortificadas mais bonitas da Europa), bem como outros pontos de grande interesse, como a localidade mediterrânica de Agde, a praia de Le Cap d’Agde, o espigueiro de Narbonne, os vinhedos de Paraza, as ruínas do Oppidum d’Enserune, o saboroso cassoulet de Castelnaudary e a Cité de L’Espace (museu do espaço), de Toulouse.

A oferta de percursos de barco vai desde 1 dia até 4 noites e, pela sua proximidade, a Espanha constitui uma opção muito a ter em conta para uma escapadinha estival ou outonal.
seguro_asistencia_erv_crucero_barco_danubio1

Áustria

O Danúbio é o segundo rio da Europa em extensão e uma das principais artérias do nosso continente, sendo o único rio importante que corre de oeste para leste. Nasce na região da Floresta Negra, na Alemanha, e corre na direção leste, percorrendo cerca de 2850 km, até desaguar no Mar Negro, no litoral romano.

Como podemos imaginar, dada a sua extensão, a oferta de cruzeiros ao longo deste rio é muito vasta, com numerosas opções de percursos pelos territórios de vários países (Hungria, Alemanha, Roménia, Bulgária…). Para comentar neste nosso blogue escolhemos um que percorre apenas o território austríaco e que nos permite viver mais intensamente o ritmo sugerido por Johann Strauss, na sua famosa valsa: “Danúbio azul! Através de vales e pradarias correm as tuas ondas, molemente. A nossa Viena saúda-te. A tua faixa prateada abraça praias e praias, e os corações felizes cantam ao longo das tuas margens formosas”.

O nosso cruzeiro percorre os 325 km do trajeto Passau­‑Viena (e volta) em 8 dias, complementando a travessia fluvial com passeios de bicicleta, visitas a famosas heuriger austríacas (tabernas onde o dono serve vinhos da sua própria colheita), jantares a bordo (predominando os produtos biológicos e gourmet da região de Wachau) e visita à capital do país, com o seu importante património histórico-artístico.

Alemanha

Com uma extensão de 1233 km, o Reno é a via fluvial mais utilizada na União Europeia, sendo navegável num trecho de 883 km, entre Basileia (Suíça) e o seu delta no Mar do Norte (em território holandês).

Como no caso anterior, a oferta de cruzeiros fluviais é muito alargada, com trajetos que passam por território suíço, francês, alemão ou holandês.

Vamos concentrar-nos no Reno alemão, o Pai Reno dos antigos germânicos, fronteira entre o seu mundo e o império romano. O curso do rio revela-nos as lendas e a história da Alemanha através das suas paisagens. Iremos descobrir imponentes castelos e fortalezas medievais, casas sumptuosas, abadias e palácios barrocos, que constituem o património cultural e artístico mais relevante destes itinerários, até chegar a Colónia, a joia do Reno, com a sua catedral. Os amantes da boa mesa e do bom vinho poderão saborear os requintados pastéis, os finos chocolates e alguns dos melhores vinhos alemães, nas visitas a cidades medievais de longa tradição vitivinícola.

seguro_equipaje_erv_crucero_barco_volga

Rússia

E terminamos este artigo sulcando o curso do mais famoso dos rios russos e o mais extenso e caudaloso da Europa: o Volga. Com opções de 9 a 12 dias, o nosso cruzeiro fluvial pela Mãe Volga (como é conhecido), percorre os mais de mil quilómetros que separam Moscovo de São Petersburgo, sulcando os canais fluviais, os rios e os lagos com que comunicam ambas as cidades. Grande parte do cruzeiro tem lugar no curso do Volga, mas também pelos rios Neva, Svir e os lagos Onega e Ladoga. Além de Moscovo (com visita à Praça Vermelha e ao Kremlin), e São Petersburgo (a “Veneza do Norte”, cujo centro histórico é considerado pela Unesco como Património da Humanidade), este cruzeiro fluvial permite conhecer as cidades medievais de Yaroslavl, Kostroma e Úglich.

O Volga desempenha também um papel significativo no imaginário russo e inspirou numerosas novelas e canções russas (Os Barqueiros do Volga). Ao longo do seu curso iremos conhecer em profundidade a Grande Rússia, os seus costumes, a gastronomia, o folclore, etc., o que faz deste cruzeiro uma experiência inesquecível.